Arquivo de Maio, 2009

Alvenarias

O assentamento das alvenarias de tijolo já começaram. Nas fotografias em baixo pode-se ver uma vista parcial da casa orientada para a Rua de António Carneiro e outra vista da zona das escadas. As divisórias interiores são em alvenaria de tijolo sendo que a divisória entre fogos são em blocos “isoargila” de modo a garantir melhor conforto acústico entre as habitações.

alvenarias1

Alvenarias - Vista da Casa A - orientada para a Rua António Carneiro

alvenarias2

Alvenarias - Vista da Casa B - zona das escadas no 1º piso

 

“Ensaio” à cobertura

De modo a que a ventilação seja mantida na cobertura com estrutura de madeira, é proposto para o edifício menor, uma tela permeável ao vapor e impermeável à água, para subsituir a sub-telha.  Foi feito um “ensaio” na obra com o intuito de verificar o seu funcionamento. 

ensaio cobertura1

"Ensaio" à cobertura

ensaio cobertura2

Após "ensaio" à cobertura

 

Cobertura Metálica

cobertura metálica

cobertura metálica - vista geral

cobertura metálica1

cobertura metálica - pormenor

Simultaneamente com os trabalhos da abertura do vão da cave, executa-se a cobertura metálica, como se pode ver nas fotografias acima identificadas.

Abertura de vão na cave

Começaram os trabalhos para abertura do vão na cave para possibilitar a entrada de automóveis.

O vão proposto tem aproximadamente 7metros de largura de modo a possibilitar com alguma facilidade a entrada no espaço da cave. 

Em baixo seguem alguns dados que fazem parte do projecto de estruturas que servem para indicar como se deve fazer o escoramento da parede de alvenaria assim como a estrutura de betão já executada.

1. Montagem das torres de escoramento no interior, efectuada em conjunto com a execução da estrutura dos níveis 0, 1 e 2, de acordo com a posição e valor das cargas definidas no plano de cargas.
2. Execução da escavação na rampa e execução do muro de suporte MS1.
3. Enchimento dos postigos e interior do vão das janelas, executado de acordo com os respectivos pormenores.
4. Colocação e fixação dos perfis UNP260 e HEB260. Deve proceder-se previamente ao desmonte de pedras de pequena dimensão (a identificar em obra) para o atravessamento dos perfis HEB260 e apoio nas torres de escoramento, sendo as torres no exterior montadas nesta fase. O posicionamento e a furação da parede para a fixação dos perfis UNP260 deve ser ajustada em obra, em função da estereotomia da pedra e da posição dos perfis HEB260.
5. Abertura do vão para montagem do pórtico metálico, a executar por corte/desmonte da alvenaria, de acordo com indicação do alçado.
6. Execução das fundações do pórtico metálico (sapatas S7 e viga de equilíbrio VEQ).
7. Montagem e fixação do pórtico metálico, incluindo a selagem dos perfis em contacto com a alvenaria. Antes da selagem do banzo superior da viga deverão ser interpostas cunhas e chapas de ajuste para colocação do perfil em carga.
8. Desmontagem dos perfis UNP260 e HEB 260 na zona dos vãos das portas a abrir (ver alçado), mantendo-se esta estrutura provisória nas restantes zonas.
9. Execução da abertura dos vãos das portas, de acordo com pormenor AV1.
10. Desmontagem dos perfis UNP260 e HEB 260 nas restantes zonas e enchimento e remate das furações da parede.
11. Desmontagem das torres de escoramento, iniciando-se este trabalho do nível 2 para o nível 0.

O faseamento construtivo:

1. Montagem das torres de escoramento no interior.

montagem das torres

Montagem das torres no interior

2. Execução da escavação na rampa e execução do muro de suporte MS1.

3. Colocação e fixação dos perfis UNP260 e HEB260. Deve proceder-se previamente ao desmonte de pedras de pequena dimensão (a identificar em obra) para o atravessamento dos perfis HEB260 e apoio nas torres de escoramento, sendo as torres no exterior montadas nesta fase. O posicionamento e a furação da parede para a fixação dos perfis UNP260 deve ser ajustada em obra, em função da estereotomia da pedra e da posição dos perfis HEB260.

escoramento1

Colocação dos perfis

 

escoramento3

Vista do exterior

escoramento7

Escoramento pelo exterior

4. Abertura do vão para montagem do pórtico metálico, a executar por corte/desmonte da alvenaria, de acordo com indicação do alçado.

escoramento4

Abertura do vão

5. Execução das fundações do pórtico metálico (sapatas S7 e viga de equilíbrio VEQ).
escoramento2
escoramento5
escoramento6
Ainda por fazer estão os pontos:
6. Montagem e fixação do pórtico metálico, incluindo a selagem dos perfis em contacto com a alvenaria. Antes da selagem do banzo superior da viga deverão ser interpostas cunhas e chapas de ajuste para colocação do perfil em carga.
7. Desmontagem dos perfis UNP260 e HEB 260 na zona dos vãos das portas a abrir (ver alçado), mantendo-se esta estrutura provisória nas restantes zonas.
8. Execução da abertura dos vãos das portas, de acordo com pormenor AV1.
9. Desmontagem dos perfis UNP260 e HEB 260 nas restantes zonas e enchimento e remate das furações da parede.

Adriana Floret
Adriana Floret - Arquitectura Ldª Rua de Entreparedes, 68
4000-198 Porto
PORTUGAL
Telemóvel: 917405510 Telefone/Fax: 220174595
www.floretarquitectura.com adriana@floretarquitectura.com

Floret Arq. Twitter

Canal Floret Flickr

unnamed

DSC_1880

DSC_1869

Mais fotos

Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos artigos por email.

Junte-se a 23 outros seguidores

Blog Stats

  • 195,832 hits

%d bloggers like this: